Diário || Regressar




Em vésperas de regressar a casa, dou por mim a divagar.
Tão pouco tempo se passou, mas tanto parece ter passado.
Tudo o que era e não sou mais;
Tudo o que tinha e deixei de ter.
Sinto uma pequena ânsia que se alastra desde o meu peito até todos os cantos do meu corpo.
No fundo sei que faz-me bem regressar, só assim consigo relembrar o porquê, de em algum momento ter ponderado partir.
Tudo aquilo que deixei de ser, ter ou sentir, são consequências da minha escolha.
Assim que pisar a terra em que nasci, cresci e me fiz mulher, tudo irá pesar em mim.
Toda uma dúvida me vai assombrar, mais do que actualmente assombra.
Mas não é hora, a decisão está tomada. Não há como voltar atrás.
Apenas olhar em frente, e acreditar que o futuro me irá restituir, tudo aquilo que o presente me tirou e quem sabe, dessa vez seja melhor que nunca. Mas não, não posso estar a divagar sobre isto.
Esse futuro está longe demais.
O passado foi sofrido demais.
O meu pensamento, está sempre distante e oscilante.
E este presente, é uma incógnita constante.

-JR

Sem comentários:

Enviar um comentário