Diário || Parasse o tempo

Pensando em ti, em cada gesto, cada momento, cada passo. Sussurrando o teu nome em silêncio, me lembrando de cada detalhe teu. Por vezes quente, outras vezes frio, mas sem ti sempre um vazio. Perdida entre boas lembranças, como é bom ser feliz contigo. Chorar de saudade, esta distância é pura crueldade. Tempo que vai e não vem. Como eu te quero meu bem. Por fim, a chegada, entre abraços e carinhos, choramos e rimos, nem parece verdade. Que parasse o tempo, e não mais andasse. Recordações para toda uma vida. Até que chega de novo a partida.

-Jovita R.

Sem comentários:

Enviar um comentário