Sobre mim || A minha maneira

eu sou à minha maneira, tenho a minha forma de ver o mundo, de ver, avaliar e criticar, não, não sou melhor que ninguém, nem pretendo ser, só quero ser eu mesma sem ninguém a apontar o dedo, tenho os meus sonhos, os meus defeitos e virtudes, tenho os meus medos. Sou uma pessoa difícil de lidar, tenho um feitio complicado, e não deixo que se aproximem de mim assim de um momento para o outro, posso falar, mas sempre mantendo a distancia. São poucos aqueles com quem me dou, pois são poucos os que compreendem a minha maneira de ser, não gosto de estar no meio de confusão e barulho, odeio discussões desnecessárias, não gosto que falem aos gritos. Dispenso que se armem em espertos comigo, tem vezes que sou bastante arrogante, sou muito desconfiada, não gosto que me tirem a razão, mas também quando sei que não tenho razão nem teimo. Sei cuidar de mim, sei o que é bom e o que é mau, e odeio com "O" grande que me controlem e duvidem de tudo o que eu faço ou digo, não sou dependente de ninguém, mas muitas vezes faz.me falta o apoio de algumas pessoas.  Eu cresci e comecei a ver a realidade, todo o tipo de pessoas que existem a meu redor, por isso são poucas ou quase nenhumas aquelas em quem confio. Quando gosto de alguém, gosto mesmo. Mas como é óbvio, uns ficam e outros vão, e há aqueles que passam e é como se nada fosse, e aqueles que deixam a sua marca para sempre. Muitos dizem que sou violenta/agressiva mas.. sim é verdade que ás vezes largo de chapada e de soco, ás vezes é a brincar, ás vezes é a serio, mas se eu sou assim por alguma coisa é, foi assim que eu aprendi a ser ao longo dos tempos, talvez devido aos lugares em que cresci e aos ambientes que frequentei, mas eu sou assim, e não faço planos de mudar, reclamo, e critico, mas olho sempre para mim antes de falar dos outros, não sou como muitos/as que falam e falam que outros são isto e aquilo, mas nunca se dão de conta que são iguais a esse que tanto criticam. Não suporto que falem mal das pessoas que gosto, mas sei aceitar os comentários e protestar caso estejam a ser injustos. Não tenho vícios, nem pretendo ter, mas também não julgo quem os tem, se alguém gosta de fumar, beber, jogar, etc.. se é feliz assim, quem sou eu para falar. Cada um sabe de si. Antes de fazer qualquer coisa ou tomar alguma decisão, penso sempre nas consequências que os meus actos possam ter, para mim e para os outros, não gosto de prejudicar ninguém, gosto de ver os outros felizes, não gosto que me subestimem, não gosto que pessoas que nunca me deram atenção começem a se 'preocupar' do nada comigo (desconfiança :x), não gosto que falem comigo como se fosse uma coitadinha porque não sou,tenho os meus motivos para não gostar de certas pessoas da minha familia, todos temos coisas menos boas na nossa vida, e eu não sou exepção. 

-Jovita R.